OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




segunda-feira, 13 de abril de 2009

Caminhos Opostos



Caminhos opostos.
O amor não pede para começar nem para acontecer.
O amor não implora por carinho e cuidado, ele acontece sem nada muito ou pouco planejado.
O amor não tem vergonha ou culpa por aparecer.
O amor não pede esmolas, ou mendiga sorrisos.
O amor escorre pelos dedos, pela respiração.
O suar respinga desejos de apenas apertos de mãos e abraços.
Aquele beijo na testa, respeito.
O amor rejeita o mal, o insulto. Rejeita a brincadeira de faz de conta.
O amor se digna de tudo o que é mais lindo no mundo.
O amor se dedica a verdade, a emoção, a durabilidade das coisas.
O amor não se deixa derrocar de palavras ditas com raiva, ele entende e procura sua melhor solução.
O amor se sujeita a humilhações para provar sua existência.
O amor torna as pessoas viciadas na pureza e delicadeza das coisas.
O amor nos torna crianças.
O amor nos faz sentir cheiros, sabores, sensações.
O amor parece fantasma, que supostamente atormenta os sonhos, toma conta de nosso controle.
O amor nos faz entender, reagir, tomar decisões com leves toques e suavidade em detalhes.
O amor te condiciona ao lugar certo, na hora exata e no lugar ideal.
O amor te faz suspirar a cada dois minutos.
O amor te faz sorrir da grama verde, do céu azul.
O amor te faz rir da pasta de dente, da escova de cabelo.
Tudo parece ter mais cor e mais vida.
Tudo se torna mais divertido e compreensível.
Tudo quer tomar seu lugar, as pessoas sentem vontade de falar, de se perdoar.
O amor transforma.
O amor regula.
O amor concerta.
O amor nos direciona.
O amor te faz sentir planar, voar.
O amor torna tudo mais bonito.
O amor te diz “olá”, pede que fique até mais tarde, e você fica sem reclamar.
O amor é lindo, sim, quando não apenas se ama, mas vive-se esse amor.
Do contrário, o amor te faz descer ao inferno porque a esquina é muito curta.
Do contrário, o amor te faz chorar e os suspiros viram a última respiração do dia.
Do contrário, a risada soa sarcasmo, a idéia soa pecado, os velhos livros e poesias se tornam ofensas, indiretas.
Do contrário, você pensa que jamais amará. Não se ama sozinho, o amor a dois te transforma em um.O amor não esquece de começar, o amor às vezes, simplesmente, esquece de dizer adeus.

*************Marimaura**************

Nenhum comentário: