OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Homenagem ao Soldado Brasileiro

Parabéns Bravo Soldado Brasileiro


Dia 25 de agosto, dia do SOLDADO BRASILEIRO
O amor patriótico só é comparável ao amor maternal.

O dia do soldado é comemorado no dia 25 de Agosto. A data, que tem por objetivo homenagear o trabalho dos membros do Exército Brasileiro, foi instituída em homenagem a Luís Alves de Lima e Silva, patrono do Exército brasileiro, nascido em 25 de agosto de 1803. Com pouco mais de 20 anos [...]

Hoje se comemora o Dia do Soldado. Não apenas nos quartéis, mas no coração do povo brasileiro. Longe de ser uma casta, o Exército recruta seus oficias pelo mérito.

Caxias não teve berço de ouro. Filho de oficial superior.
Osório veio das fileiras de soldado, galgou promoções na tropa e alcançou o ápice da hierarquia militar, como general e marechal, colhendo vitórias nos campos de batalha. São duas vertentes bem distintas da carreira das armas. Um, patrono do Exército; o outro, da Cavalaria. Um, o maior general deste subcontinente, autor de manobras táticas de estilo napoleônico. O outro, padrão de bravura e denodo que o inimigo temia, desde sua fase de lanceiro. Fácil, dizia o intimorato vencedor, “é comandar homens livres”.


Parabéns aos soldados Brasileiros ,na foto, se eles não houvessem chegado a tempo , teria ocorrido uma tragédia com esse cidadão.


Ora, os militares já utilizavam, de há muito, a educação continuada. O curso da Escola Preparatória de Cadetes, dos que aspiram a ingressar na Academia Militar, se não prossegue já alcançou o nível de sargento. A Academia Militar prepara o tenente. Segue-se a Escola de Aperfeiçoamento e, se o oficial aspira a atingir o generalato, faz concurso para a Escola de Estado Maior. Uma década de ensino continuado, pois, para os oficiais. E uma escola específica forma os sargentos. A metodologia de ensino não abre mão dos meios auxiliares, conjugando a memória auditiva à visual. O soldado domina desde logo essa metodologia que ainda é desconhecida em boa parte das escolas civis. Um cabo, primeiro degrau da hierarquia, instrui recrutas servindo-se de um cavalete e dos meios auxiliares, o que era novidade na Unesco, em 1972.

A educação do soldado não fica apenas no aprendizado das técnicas para derrotar o inimigo. Cultua a moral. Ouviu dizer nas casernas o que lhe ficou para sempre: “À Pátria tudo se deve, nada se lhe pede”. André Maurois, biógrafo do general Lyautey, confessa que ao deixar o serviço militar foi que percebeu quanto estava errado e preconceituoso ao entrar para o Exército francês. O mesmo tem sido a regra dos brasileiros que, recrutas a contragosto, hoje dizem quanto aprenderam a amar o Brasil onde se fizeram cidadãos. E a sociedade reconhece o seu patriotismo e seu valor. Nas pesquisas de opinião pública, o povo responde que as Forças Armadas são a instituição nacional em que confia mais.


Parabéns a todos os soldados Brasileiros!!!

****************marimaura*****************

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Família formadora de Valores Humanos e Cristãos


"Família, formadora de valores humanos e cristãos". Este é o tema da Semana Nacional da Família, que termina no próximo domingo.
"Nessa semana, as comunidades eclesiais, escolas, clubes, associações, animadas pela Pastoral Familiar, têm um espaço para preparar e organizar programações diversas, revigorando a integração familiar e ressaltando as virtudes e valores da família.

"Queremos criar cada vez mais a tradição da Semana Nacional da Família, nas dioceses e nas paróquias de todo o Brasil. Fazer com que as famílias possam refletir sobre os temas, não somente na Semana Nacional, mas todos os dias".

A família, talvez mais que outras instituições, tem sido posta em questão pelas amplas, profundas e rápidas transformações da sociedade e da cultura. Contudo, muitas famílias vivem esta situação na fidelidade àqueles valores que constituem o fundamento da instituição familiar. Outras se tornaram incertas e perdidas frente a seus deveres, ou, ainda mais, duvidosas e quase esquecidas do significado último e da verdade da vida conjugal e familiar. Outras, por fim, infelizmente, estão impedidas por variadas situações de injustiça de realizarem os seus direitos fundamentais.
Um dos meios encontrado pela Igreja para concretizar este serviço é a Semana Nacional da Família. O Tema central será:

“Família, Formadora de valores humanos e Cristãos”,. Para esta semana, a Comissão Episcopal para a Vida e Família e Comissão Nacional da Pastoral Familiar, da CNBB, publicaram uma nova edição da “Hora da Família”, com roteiros a serem usados nas celebrações nas famílias, grupos e escolas.
Com a Semana Nacional, a Igreja quer, uma vez mais, salientar a importância da família. Pois, a Igreja sabe que é fundamental um olhar atento dirigido à família, patrimônio da humanidade que deve ser considerada “um dos eixos transversais de toda a ação evangelizadora”. Na verdade, tudo passa pela família. Para o ser humano tudo começa na família. A família é a primeira escola das virtudes sociais de que as sociedades têm necessidade. Ela participa decisivamente no desenvolvimento da sociedade. É o lugar privilegiado para forjar no coração do homem os valores perenes, sejam eles espirituais ou civis.
É na família também que se inicia a educação para o valor da vida, de cada vida humana, onde se aprende o valor da liberdade consciente, para o sentido da dor e da morte, forma-se a consciência, para o repúdio à mentalidade e prática abortista, às pesquisas com embriões humanos, à eutanásia, e para o desenvolvimento da solidariedade e respeito aos idosos.
Por meio da educação ao autocontrole, à renúncia e ao alegre exercício da liberdade na verdade, do amor e da responsabilidade, os pais forjam nos filhos a semente de uma escolha vocacional madura e responsável, pois são preparados para a comunhão plena com Deus, fora da qual não pode existir nenhuma felicidade verdadeira.
Assim, como “pequena Igreja”, a família cristã é chamada, à semelhança da “grande Igreja” a ser sinal de unidade para o mundo e a exercer, deste modo, o seu papel profético, testemunhando o Reino e a paz de Cristo, para os quais o mundo inteiro caminha . Pelo sacramento do matrimônio, torna-se “pequena Igreja” missionária, no seio da qual os filhos são chamados a se tornarem filhos de Deus, membros vivos da Igreja e artífice da história da salvação. Para tanto, deve ser ajudada por uma Pastoral Familiar “intensa e vigorosa”.
Certamente, a Pastoral Familiar poderá contribuir para que a família seja reconhecida e vivida como lugar de realização humana, a mais intensa possível na experiência de paternidade, de maternidade e filiação. Assim, ninguém que se aproxima do sacramento do matrimônio deveria ignorar a espiritualidade que brota desde mistério ao qual são chamados os esposos cristãos. É na família, no calor do amor entre os cônjuges e destes com os filhos, que cada pessoa faz a experiência da presença e do amor de Deus na própria vida.

A família é um dom de Deus que precisa ser cultivada como lugar primordial para uma convivência saudável do ser humano. Façamos, portanto, da Semana Nacional da Família um momento forte de evangelização, de oração e renovação do compromisso, enquanto Pastoral Familiar, de guardiã, defensora e promotora da vida e da família, capacitando-se para neutralizar a conspiração dos organismos nacionais e internacionais que não medem esforços para propagarem a cultura da morte, a desvalorização da família cristã e na elaboração de leis antivida e antifamília.
Rezemos pelas famílias de todo o mundo, em particular pela família brasileira. Nossa Senhora de Nazaré acompanhe os trabalhos das Comissões e Equipes Regionais, Diocesanas e Paróquias do Pastoral Familiar no Brasil.

Maria Maura
Psicopedagoga/ Teóloga/ Socióloga /filósofa
Formada pelo Centro Universitário do Triangulo de Uberlandia- MG
Pós graduada pela FIJ de Jacarepaguá- RJ
Teóloga pelo Seminário Maior Dom José André Coimbra- Patos de Minas

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Ambiguidade



Ambiguidade
A duplicidade de sentido, seja de uma palavra ou de uma expressão, dá-se o nome de ambiguidade. Ocorre geralmente, nos seguintes casos:

Má colocação do Adjunto Adverbial

Exemplos: Crianças que recebem leite materno frequentemente são mais sadias.

As crianças são mais sadias porque recebem leite frequentemente ou são frequentemente mais sadias porque recebem leite?

Eliminando a ambiguidade: Crianças que recebem frequentemente leite materno são mais sadias.
Crianças que recebem leite materno são frequentemente mais sadias.

Uso Incorreto do Pronome Relativo

Gabriela pegou o estojo vazio da aliança de diamantes que estava sobre a cama.

O que estava sobre a cama: o estojo vazio ou a aliança de diamantes?

Eliminando a ambiguidade: Gabriela pegou o estojo vazio da aliança de diamantes a qual estava sobre a cama.
Gabriela pegou o estojo vazio da aliança de diamantes o qual estava sobre a cama.

Observação: Neste exemplo, pelo fato de os substantivos estojo e aliança pertencerem a gêneros diferentes, resolveu-se o problema substituindo os substantivos por o qual/a qual. Se pertencessem ao mesmo gênero, haveria necessidade de uma reestruturação diferente.

Má Colocação de Pronomes, Termos, Orações ou Frases

Aquela velha senhora encontrou o garotinho em seu quarto.

O garotinho estava no quarto dele ou da senhora?

Eliminando a ambiguidade: Aquela velha senhora encontrou o garotinho no quarto dela.
Aquela velha senhora encontrou o garotinho no quarto dele.

Ex.: Sentado na varanda, o menino avistou um mendigo.

Quem estava sentado na varanda: o menino ou o mendigo?

Eliminando a ambiguidade: O menino avistou um mendigo que estava sentado na varanda.
O menino que estava sentado na varanda avistou o mendigo.

A ambiguidade é um fenómeno linguístico e ocorre quando uma frase ou palavra aceita mais do que uma análise ou interpretação. Há a ambiguidade lexical, em que os diferentes sentidos da mesma frase se devem à presença de uma palavra com homónimos, e a ambiguidade estrutural, em que as diferentes interpretações são potenciadas pela possibilidade de recortar duas hierarquias sintáticas na frase.

Passemos em revista alguns textos sobre este tema:


marimaura@hotmail.com

A Argumentação



A argumentação é um recurso que tem como propósito convencer alguém, para que esse tenha a opinião ou o comportamento alterado.
Sempre que argumentamos, temos o intuito de convencer alguém a pensar como nós.
No momento da construção textual, os argumentos são essenciais, esses serão as provas que apresentaremos, com o propósito de defender nossa idéia e convencer o leitor de que essa é a correta.

Há diferentes tipos de argumentos, a escolha certa consolida o texto.

Argumentação por citação

Sempre que queremos defender uma idéia, procuramos pessoas ‘consagradas’, que pensam como nós acerca do tema em evidência.
Apresentamos no corpo de nosso texto a menção de uma informação extraída de outra fonte.

A citação pode ser apresentada assim:

Assim parece ser porque, para Piaget, “toda moral consiste num sistema de regras e a essência de toda moralidade deve ser procurada no respeito que o indivíduo adquire por essas regras” (Piaget, 1994, p.11). A essência da moral é o respeito às regras. A capacidade intelectual de compreender que a regra expressa uma racionalidade em si mesma equilibrada.

O trecho citado deve estar de acordo com as idéias do texto, assim tal estratégia poderá funcionar bem.

Argumentação por comprovação

A sustentação da argumentação se dará a partir das informações apresentadas (dados, estatísticas, percentuais) que o acompanham.
Esse recurso é explorado quando o objetivo é contestar um ponto de vista equivocado.

Veja:

O ministro da Educação, Cristovam Buarque, lança hoje o Mapa da Exclusão Educacional. O estudo do Inep, feito a partir de dados do IBGE e do Censo Educacional do Ministério da Educação, mostra o número de crianças de sete a catorze anos que estão fora das escolas em cada Estado.
Segundo o mapa, no Brasil, 1,4 milhão de crianças, ou 5,5 % da população nessa faixa etária (sete a catorze anos), para a qual o ensino é obrigatório, não freqüentam as salas de aula.
O pior índice é do Amazonas: 16,8% das crianças do estado, ou 92,8 mil, estão fora da escola. O melhor, o Distrito Federal, com apenas 2,3% (7 200) de crianças excluídas, seguido por Rio Grande do Sul, com 2,7% (39 mil) e São Paulo, com 3,2% (168,7 mil).

(Mônica Bergamo. Folha de S. Paulo)

Nesse tipo de citação o autor precisa de dados que demonstre sua tese.

Argumentação por raciocínio lógico

A criação de relações de causa e efeito é um recurso utilizado para demonstrar que uma conclusão (afirmada no texto) é necessária, e não fruto de uma interpretação pessoal que pode ser contestada.


Para a construção de um bom texto argumentativo se faz necessário o conhecimento sobre a questão proposta, fundamentação para serem realizados com sucesso.

marimaura@hotmail.com

sábado, 21 de agosto de 2010

Pedofilia


PEDOFILIA É CRIME



Atualmente se observa, através dos indicadores oficiais e da mídia, um expressivo aumento nos casos de crimes ligados à pedofilia, não porque estejam necessariamente ocorrendo em maior número, mas principalmente porque as campanhas de esclarecimento (v. g. a campanha “Proteja”, do Governo do Estado de Minas Gerais, a campanha “Todos contra a Pedofilia”, da CPI da Pedofilia, entre outras) têm obtido bons resultados em conscientizar a população da gravidade de tais delitos e da necessidade da apuração e do atendimento das vítimas.

É necessário entender todo o sentido das palavras “pedofilia” e “pedófilo”. O termo “pedofilia” é uma palavra formada pelos vocábulos gregos “pedos” (que significa criança ou menino) + “filia” (inclinação, afinidade), portanto, literalmente, significa “afinidade com crianças”.

No campo da Psicologia a palavra “pedofilia” é usada para denominar uma parafilia caracterizada por predileção de adultos pela prática de ato sexual com crianças. Essa parafilia é também chamado pedosexualidade, e pelo Código Internacional de Doenças da Décima Conferência de Genebra é um transtorno mental (CID-10, F65.4), o que não significa que o acusado seja doente mental ou tenha o desenvolvimento mental incompleto ou retardado, uma vez que pode entender o caráter ilícito do que faz e determinar-se de acordo com este entendimento.

“A Pedofilia é a parafilia mais freqüente e mais perturbadora do ponto de vista humano. É um transtorno de personalidade, conseqüentemente um transtorno mental que caracteriza-se pela preferência em realizar, ativamente ou na fantasia, práticas sexuais com crianças ou adolescentes. Pode ser homossexual, heterossexual ou bissexual, ocorrendo no interior da família e conhecidos ou entre estranhos. A pedofilia pode incluir apenas o brincar jogos sexuais com crianças (observar ou despir a criança ou despir-se na frente dela), a masturbação, aliciamento ou a relação sexual completa ou incompleta. Embora a pedofilia seja uma patologia, o pedófilo tem consciência do que faz, sendo a pratica do abuso sexual fonte de prazer e não de sofrimento. São pessoas que vivem uma vida normal, têm uma profissão normal, são cidadãos acima de qualquer suspeita, famoso “gente boa”, é mais provável um pedófilo ter um ar "normal" do que um ar "anormal" ”.

Fani Hisgail (Psicanalista, Doutora em Comunicação e Semiótica, autora do livro “Pedofilia – um estudo psicanalítico”), em entrevista a IstoÉ, nos diz:



“O pedófilo sabe o que está fazendo. Mesmo considerando que se trata de uma patologia, ele preserva o entendimento de seus atos o que o diferencia de um psicótico. O fato de a pedofilia ser uma patologia não significa que o pedófilo não deva ser punido. ... As estatísticas têm mostrado que 80 a 90% dos contraventores sexuais não apresentam nenhum sinal de alienação mental, portanto, são juridicamente imputáveis. ... Assim sendo, a inclinação cultural tradicional de se correlacionar, obrigatoriamente, o delito sexual com doença mental deve ser desacreditada. A crença de que o agressor sexual atua impelido por fortes e incontroláveis impulsos e desejos sexuais é infundada, ao menos como explicação genérica para esse crime.”

Existe o pedófilo não criminoso – ou seja, uma pessoa que é portadora da parafilia denominada pedofilia (que, portanto, tenha atração sexual por crianças) – que pode jamais praticar um crime ligado à pedofilia, justamente porque sabe que é errado ter relação de natureza sexual com uma criança ou usar pornografia infantil. Este pedófilo, justamente porque é dotado de discernimento e capacidade de autodeterminação, mantém seu desejo sexual por crianças somente em sua mente (não passa da fase de cogitação). Este não é criminoso, porque não praticou conduta ilegal.

Existe o pedófilo criminoso que, embora dotado de discernimento e capacidade de autodeterminação, resolve praticar uma relação de natureza sexual com uma criança ou produzir, portar ou usar pornografia infantil, mesmo sabendo se tratar de crime. Esse evidentemente é imputável e deve ser condenado conforme sua conduta.

Existe também uma minoria de pedófilos doentes mentais, que apresentam graves problemas psicopatológicos e características psicóticas alienantes, os quais, em sua grande maioria, seriam juridicamente inimputáveis (se assim determinado pelo exame médico competente, realizado no decorrer de um processo judicial), porque não tem discernimento ou capacidade de autodeterminação. Caso estes exteriorizem suas preferências sexuais, na forma de estupro contra criança, atentado violento ao pudor contra criança, uso de pornografia infantil, etc. não podem ser condenados, mas lhes deve ser aplicada a medida de segurança, conforme previsto em nossa legislação penal.

Existem, ainda, as pessoas que não são pedófilas, mas praticam crimes ligados à pedofilia. Por exemplo, temos aqueles que produzem e/ou comercializam a pornografia infantil para deleite dos pedófilos, mas que nunca sentiram atração sexual por crianças. Também temos aqueles que promovem a prostituição infantil, submetendo crianças ao “uso” dos pedófilos. Estes são simplesmente criminosos que visam lucro ilícito.

Por fim, existem aqueles que praticam ocasionalmente crimes sexuais contra crianças, mas que não são portadores da parafilia denominada “pedofilia”. São criminosos que se aproveitam de uma situação e dão vazão à sua libido com uma criança ou adolescente, mas que o fariam mesmo que se tratasse de uma pessoa adulta.

Como visto, pedofilia é uma parafilia e pedófilo é aquele que é portador dessa parafilia, podendo ser ou não criminoso, conforme os atos que venha a praticar.

Portanto, ser portador da parafilia denominada “pedofilia” não é, por si só, crime. Mas exteriorizar atos de pedofilia, ou seja, praticar estupro ou atentado violento ao pudor contra crianças, ou mesmo usar pornografia infantil, são crimes – porque definidos como tal em Lei. Tais crimes são evidentemente ligados à pedofilia – preferência sexual por crianças.

Fonte de pesquisa: http://www.apase.org.br/

********************marimaura*******************

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Atividades folclóricas



















O que é Folclore?


Podemos Chamar de folclore Aquilo Que É fantasia , invenção de um povo , Onde São envolvidas SUAS Tradições , costumes e Lendas .

São as Manifestações populares Que podem festas APARECER EM, Alimentos, remédios , crenças , superstições , danças , contos populares , Proverbios , adivinhações , Apelidos , artigos de artesanato, brincadeiras infantis , dentre Várias outras.

Elementos folclóricos Esses São transmitidos de pai par Filho, Geração de uma geração, sem Que se percam Ao longo do tempo. Variam de Região parágrafo Região, de grupo social, de etnia.

A palavra folclore É derivada das palavras folk "e lore " Que significam povo e Conhecimento, Respectivamente.

O Surgimento Através de dados da SE DEU fazer inglêsI arqueólogo William John Thoms, Onde o Mesmo UM Fazer resolveu estudo Lendas Sobre as Tradições e do Seu País , solicitando Apoio A uma Revista de Londres .

Para isso, Seu Nome Não William Usou , Mas o Pseudónimo de Ambrose Merton, POIs temia Não Ser entendido . A Revista Publicou uma Carta No dia 22 de agosto de 1846, motivo Pelo Qual Foi escolhido Como o dia do folclore .

O folclore brasileiro se originou Através da Mistura de Diferentes raças , Como dos índios , dos negros e dos brancos Que Nossa Terra colonizaram . Um dos Conhecimentos Mistura de CADA Uma Dessas raças Foi Sendo transmitida parágrafo a outra, formando Nossa identidade cultural.

Os Personagens folclóricos Mais conhecidos da Nossa Cultura São : o Curupira, o homenzinho Que vive NAS Florestas , SO TEM Pés Trás parágrafo voltados , Cabelo vermelho protegido e que A Natureza dos Homens tentam Que Destruidor -la , o Saci- Pererê , negrinho de Uma tão perna , Que E.U.A. Uma Carapuça vermelha e fuma cachimbo , travessuras faz, Objetos esconde , Redemoinhos em Entra e assusta Também DESTRUÍR Pessoas tentam Que como Florestas , o Boto e Uma Espécie de peixe Que se transforma em Homem encartar Pará, como Moças , Levando -As com Morar parágrafo rios elemento nsa do Amazonas ; EA mula - sem - cabeça , Uma mulher TANTO QUE Que mal fez um Própria Natureza fez soltar um fogo Pelo Pescoço , Como castigo .


Folclore 18/08 a 22/08





Semana do Folclore
18/08 a 22/08


Resgatando nossas antigas tradições
Os alunos do Ensino Fundamental I leram lendas, ouviram músicas, brincaram de trava-línguas, conheceram parlendas, construíram trabalhos manuais e participaram de brincadeiras do passado que ainda fazem sucesso no presente .





Podemos Chamar de folclore Aquilo Que É fantasia , invenção de um povo , Onde São envolvidas SUAS Tradições , costumes e Lendas .

São as Manifestações populares Que podem festas APARECER EM, Alimentos, remédios , crenças , superstições , danças , contos populares , Proverbios , adivinhações , Apelidos , artigos de artesanato, brincadeiras infantis , dentre Várias outras.



Elementos folclóricos Esses São transmitidos de pai par Filho, Geração de uma geração, sem Que se percam Ao longo do tempo. Variam de Região parágrafo Região, de grupo social, de etnia.

A palavra folclore É derivada das palavras folk "e lore " Que significam povo e Conhecimento, Respectivamente.

O Surgimento Através de dados da SE DEU fazer inglêsI arqueólogo William John Thoms, Onde o Mesmo UM Fazer resolveu estudo Lendas Sobre as Tradições e do Seu País , solicitando Apoio A uma Revista de Londres .

Para isso, Seu Nome Não William Usou , Mas o Pseudónimo de Ambrose Merton, POIs temia Não Ser entendido . A Revista Publicou uma Carta No dia 22 de agosto de 1846, motivo Pelo Qual Foi escolhido Como o dia do folclore .

O folclore brasileiro se originou Através da Mistura de Diferentes raças , Como dos índios , dos negros e dos brancos Que Nossa Terra colonizaram . Um dos Conhecimentos Mistura de CADA Uma Dessas raças Foi Sendo transmitida parágrafo a outra, formando Nossa identidade cultural.



Os Personagens folclóricos Mais conhecidos da Nossa Cultura São : o Curupira, o homenzinho Que vive NAS Florestas , SO TEM Pés voltados para tras , Cabelo vermelho protegido e que A Natureza dos Homens tentam Que Destruidor -la , o Saci- Pererê , negrinho de Uma tão perna , Que E.U.A. Uma Carapuça vermelha e fuma cachimbo , travessuras faz, Objetos esconde , Redemoinho; E A mula - sem - cabeça , Uma mulher TANTO QUE Que mal fez a Própria Natureza fez soltar um fogo Pelo Pescoço , Como castigo .

Maria maura
Pós graduada em psicopedagogia
filosofia e sociologia


sábado, 14 de agosto de 2010

Comemorando cem mil visitas


Caros amigos, leitores e visitantes,
é com muito carinho e emoção que completamos o número de 100.000 visitantes.

Para nós é motivo de muitas alegrias saber que o trabalho de formiguinha que tento fazer, que é o de levar uma mensagem a cada ser humano que passa por aqui, está dando certo.
Cada um que passa lê algo, lê um pouquinho, esperamos que nesse pouquinho e nesse corre, corre do cotidiano, você possa tirar o máximo do proveito , que seja de um texto, uma frase ou mesmo uma palavra que possa lhe transmitir a paz.

Que DEUS abençõe a cada um que aqui passar!!!

OBRIGADO SENHOR!!!!!!

Do meu coração para o seu coração.
*
Foi então que:
Eu lancei o Amor e me desfiz da solidão.

Disse adeus à tristeza e me cobri de Esperanças.

Desejei Felicidade à todos,
distribuindo alegrias.

Sugeri a Fé.
Pedi a Paz.
Abri o meu coração.
Falei de saudade,
Acalentei sonhos.

Despertei recordações.
Acreditei no bem maior.
e finalmente agradeci a Deus.

E quando eu me dei conta,
eu estava rodeada de amigos!

Eu havia conquistado a amizade!
A sua amizade!
Deus abriu as portas,
para que você pudesse entrar.

Ele me mostrou o caminho aonde eu poderia te encontrar.

Eu lancei os meus sentimentos,
e a minha colheita,
foi a sua amizade!
e agora eu sei que nunca mais,
eu estarei sozinha...

Por que eu tenho você ....
e você tem a mim...

Com imenso carinho e respeito,
beijossss
Maura

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Saber viver!!!




Saber viver a vida, pena que nem sempre sabemos.....

Saiba viver os belos momentos de sua vida.
olhe a paisagem, contemple as estrelas, aprecie os caprichos da natureza, colha em todos os canteiros as flores da alegria.
saiba viver integralmente os mais belos momentos da sua vida!
o minuto que você está vivendo agora é o mais importante de sua vida, onde quer que você esteja. o ontem já lhe fugiu das mãos.
o amanhã ainda não chegou.
viva o momento presente, porque dele depende todo o seu futuro.
procure aproveitar ao máximo o momento que está vivendo, tirando todas as vantagens que puder, para seu aperfeiçoamento. a vida é um presente que nos foi dado, e devemos aproveitar, pois poderá ser tarde demais!!
para você que gosta de viver ... Boa noite



Ouse fazer um desejo, pois, desejar abre caminhos para a esperança, e, é ela que nos mantém vivo, ouse buscar as coisas, que ninguém jamais pode ver, não tenha medo de ver, o que os outros não podem, acredite em seu coração, e, na sua própria bondade, pois ao fazê-lo, outros acreditaram nisso também, acredite na magia, pois a vida é cheia delas, mas, acima de tudo, acredite em si mesmo, porque, é dentro de você que existe toda magia, da Esperança, do amor, e, dos sonhos de amanhã.

Beijos no coração!!!

***********************marimaura*********************

terça-feira, 10 de agosto de 2010

CRIANÇA SEM LAR, SEM AMOR.... TORNA-SE CRIANÇA DE RUA



Famílias desestruturadas, criança rejeitada pelo padrastro ou pela madrasta num lar desestruturado, esta causa é muito freqüente. Esse fenômeno não atinge somente as famílias miseráveis,famílias desestruturadas das quais o pai e a mãe desapareceram,
criança recusada pelo pai que não a reconhece, criança órfã de pai e mãe.
A criança é, muitas vezes, acolhida por uma avó. Mas após a morte desta, ela se encontra sozinha.
Mas existem aquelas que não têm mais família, esse caso acontece mais do que se pensa. Uma criança muito inteligente que vive numa família miserável e débil é tentada, um dia, a mudar a sua sorte.
Criança necessitada de reconciliação com a família após um drama familiar, criança maltratada,criança punida demais por pais, entretanto, bem intencionados, criança expulsa após uma asneira,criança estuprada ou vítima de incesto.
Muitos filhos de mães que levam vida fácil, porém bem criados, fogem de casa quando descobrem as atividades de sua mãe. É um drama que tem conseqüências psicológicas consideráveis.
Criança saída de uma família de drogados. Quando os pais são drogados, a vida é insuportável para a criança que busca rapidamente sua independência. Infelizmente, a droga não será um mistério para ela e corre o risco de tornar-se uma toxicômana muito jovem. E será muito difícil desintoxicá-la. Criança de mendigos os mendigos têm crianças que também viverão na mendicância. Essa perspectiva de futuro é mal aceita por algumas crianças que preferem a fuga.
Criança que tem o pai e/ou a mãe na prisão, acontece, muitas vezes, que adultos são presos sem que ninguém se preocupe com a vida dos seus filhos que ficam completamente abandonados. O mundo das crianças de rua é, muitas vezes, o único que acolhe esses pequenos.
Criança em perigo moral rejeitada pela família por causa da delinqüência.
A criança é de uma maneira ou de outra a vergonha pública da família. Seu afastamento durante alguns anos pode ser a solução. Todavia, o encarceramento, a prisão, sobretudo com adultos, é SEMPRE catastrófica.
É um caso de consciência. Quando a prostituição de uma criança se torna pública, é sempre catastrófico para ela. Por outro lado, é necessário denunciar e julgar os autores do delito.
Em alguns países do Terceiro Mundo, a mendicidade é uma profissão, e acompanhante de cego também. Essas crianças fogem para ficar com o dinheiro que ganharam.
Outras foram colocadas na mendicidade pela família que se propôs à acolhê-las e que guarda a totalidade do dinheiro que a criança ganha. É, algumas vezes, uma forma moderna de escravidão ou de proxenetismo.
Diante desse tratamento, acontece que a criança foge. Mas como ela não sabe de onde vem, nem onde está a sua família, ela erra pela Africa. O número de crianças de rua proveniente de uma escola alcoranista é considerável. Nesses períodos de seca e de fome, muitas crianças, ao descobrirem que, com elas, tem gente demais para comer, pulam num caminhão para partir à qualquer lugar.
Em seguida, essas crianças, mesmo pequeninas, circulam geralmente por toda a Africa ; algumas já conhecem mais de dez países,criança que conhece a miséria extrema nas periferias.
A extrema miséria das periferias das capitais tem como conseqüência a desnutrição, ou melhor, a fome, e leva as crianças a se libertarem de suas famílias. Essas crianças serão mais sedentárias que os rurais, porém, mais inclinadas à delinqüência.
Criança que trabalha.
Mesmo se ela trabalha livremente, a criança que habita muito longe de casa, volta cada vez mais raramente e não sente mais a necessidade de retornar.
A criança que trabalha forçada é, muitas vezes, maltratada. Ela recusa os tratamentos desumanos e humilhantes que sofre e, geralmente, acaba por fugir do patrão.
Criança na rua há muitos anos para viver com seus colegas que a tornam mais feliz do que a família.
É o que se diz quando não se sabe por que a criança não gosta de sua casa. Não se deve ignorar que algumas crianças se deixam influenciar.
Desejo de independência.

Maura

********************marimaura******************

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

O tempo


O tempo
A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

Mário Quintana!!

Abençoada semana para todos que por aqui passarem

********************marimaura*********************

Procure os seus caminhos


"Procure os seus caminhos,
Mas não magoe ninguém nessa procura.
Arrependa-se, volte atrás, peça perdão
Não se acostume com o que não o faz feliz,
Revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças,
Mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte
Se perceber que precisa seguir, siga
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca
Se o achar, segure-o."
(Fernando Pessoa)

Desejo a você uma linda noite..beijos no ♥

marimaura@hotmail.com

sábado, 7 de agosto de 2010

Feliz dia dos pais!!!


Honrar o pai é cumprir um dos mandamentos de Deus, quem teme o Senhor honra seu pai, Deus escuta a benção de um pai, não devemos nos gloriar com a desonra de nosso pai. O pai sempre luta pela integridade do filho assim o filho deve lutar.
.
O filho deve amparar o pai na velhice para que não lhe cause desgosto enquanto vive, ainda que perca a razão, é preciso ser tolerante e não desprezar o pai por estar com idade avançado e muitas vezes já meio atrapalhado.
.
O filho que tem compaixão de seu pai, nunca será esquecido, até os pecados poderão ser amenizados. No dia da aflição o Senhor lembrar-se-á de quem zelou de seu pai. Quem abandona o pai é como blasfemador, encontrará a ira do Senhor em seu julgamento.
.
.
Meus irmãos se existe algo na consciência, seja por vossa falha ou de seu pai, o que é preciso, que os filhos busquem seu pai e peçam reconciliação.
.
Não podemos ser radicais e dizer: foi meu pai que errou, não vou pedir perdão, vá até ele, fale com ele, reconcilie-se com ele, permita que ele viva mais feliz, e se ele morrer você ficará tranqüilo, você o perdoou e Deus lhe abençoará por isso.
.
Quem renegará as bênçãos do Senhor?
.
Em nome de Jesus, peço que todos os filhos que a distância permite, abrace forte seu pai, pode ser o último dia dos pais que passarão juntos, será alegre esta lembrança, inesquecível e feliz, tanto para os filhos como para os pais.
.
Se seu pai te renegar, não aceitar seu abraço, mesmo assim diga a ele, eu te amo, e tudo o que quero é estar em paz contigo.
.
Lembre-se que: Quem muito amou mesmo que nunca foi amado é quem será mais feliz, pois Deus sempre o amou e por Ele será compensado.
.
Deixo um vídeo para todos os pais

FELIZ DIA DOS PAIS!
.
QUE DEUS OS ABENÇOE OS GUARDE E CONCEDA-LHES MUITOS ANOS DE VIDA COM SAÚDE E MUITA LUZ, PAZ, AMOR E FÉ.


*******************marimaura******************
.