OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Poliamor - Polyamory





"Polyamory, ou poliamor, como é mais conhecido no Brasil, é o termo utilizado para definir relações interpessoais amorosas onde repudiam a monogamia como princípio. De uma forma mais prática, o poliamor seria um modo de vida, que defende a possibilidade prática e sustentável de se ter um relacionamento íntimo, profundo e eventualmente duradouro com diversos (as) parceiros (as) ao mesmo tempo.
Os “poliamoristas”, assim chamados os praticantes do poliamor, pensam da seguinte forma: Uma mulher que detesta esportes, casada com um homem que ama futebol sempre encontrará problemas no casamento. Mas se o marido tiver uma segunda parceira, que o ama e adora futebol, essa poderá acompanhá-lo, dessa maneira o problema estaria solucionado, pelo menos em parte. E a esposa ao invés de ter ciúmes, estaria feliz por saber que a pessoa que ama está alegre e sendo bem cuidada por outro alguém. O que difere o poliamor dos demais movimentos de libertação sexual é o fato do centro da questão ser o mor, não o sexo.

Aspectos do poliamor:

Polifidelidade: são múltiplas relações românticas com contatos sexuais restritos a parceiros do grupo.

Relação Mono/Poli: onde o parceiro é monogâmico, mas concorda e respeita que o outro tenha relações exteriores.

Parceiro: não é idealizado um tipo especifico de parceiro, pois os poliamoristas acreditam que uma só pessoa não pode completar outra.

Traição: para os poliamoristas, traição é sinônimo de posse, e o amor verdadeiro não requer possessividade e sim liberdade.

Nenhum comentário: