OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Meu Cachorro




Meu cachorro cava,
cava, cava, cava.
Quer enterrar um osso
que ganhou no almoço.

Ele cava fundo,
fundo, muito fundo.
Talvez queira sair
do outro lado do mundo.

Meu cachorro late,
late, late, late
sempre que passa alguém
ou não passa ninguém.

Ele late forte,
forte, muito forte.
Deixa de prontidão
gatos de sul a norte.

Meu cachorro come,
come, come, come,
mas se for ração
ele não come, não.

Ele come frango,
frango, muito frango.
Quando ganha costela
só falta dançar tango.

Meu cachorro dorme,
dorme, dorme, dorme
no tapete macio
ou no cimento frio.

Ele dorme, sonha,
dorme e de repente,
levanta, gira e deita
e dorme novamente."

Nenhum comentário: