OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




domingo, 10 de maio de 2009

Ferrugem???



Depois do bebê nascer, o pai aflito, foi falar com o obstetra.
"Senhor doutor, estou muito preocupado porque a minha filha nasceu com cabelos ruivos.
Não pode ser minha!"
"Que disparate!" disse o médico.
"Mesmo que tu, a tua mulher ambos tiverem cabelo preto,
podem ter cabelos ruivos nos genes da vossa família.
" "Não é possível!"
insistiu o pai.
"Ambas as nossas famílias têm tido cabelos pretos há muitas gerações."
"Bem," disse o médico "tenho de perguntar...
Com que frequência tu e a tua mulher praticam sexo?"
O homem, envergonhado, respondeu:
"Este ano tenho andado cansado de trabalhar muito.
Só fizemos amor uma ou duas vezes nos últimos meses."
"Então aí está!" disse o médico confiante.
"É ferrugem!"

Nenhum comentário: