OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




terça-feira, 19 de maio de 2009

Paixão e Ternura


Essa ternura que é toda tua,
Essa tua paixão, o teu devaneio,
Esse teu olhar malicioso,
Esse olhar de mulher-menina.
Que se junta com tua vontade,
De fazer amor como verdadeira mulher,
Ardente, sedenta de desejos...
Então, olhando o teu remeleixo,
Que somado à tua elegância,
Faz-me sentir um prazer inevitável...
O balançar dos teus quadris,
Fico excitado e começo a sonhar
Com teu erotismo... e a tua inocência,
Que está contida no teu cinismo...
São as armas que tu empregas,
Na grande luta que travamos,
Durante à noite, em cima da nossa cama.
Debaixo dos lençóis...
Aí, é quando me desarmas,
Pois, a tua possível carência,
Ganha essa luta sem encontrar,
Nenhuma resistência...
Entretanto, ouvem-se gemidos, gritos,
Sussurros e palavras de amor...
Fonte: Do livro: Paixão e Ternura
************Marimaura************

Nenhum comentário: