OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




quinta-feira, 29 de abril de 2010

Leve Pétala


Leve Pétala
Então tu não sabias
Que antes de te conhecer
Minha vida era vazia
Um eterno adormecer?
De um horizonte claro
Num céu quase marinho
Surgiu um diamante raro
Um velho doce vinho
Sombra seca de salgueiro
Que me abriga no verão,
No inverno és fogareiro
Na primavera, uma canção
Faz surgir o sol do mar
Não te vás com o poente
Só vais se me levares
Louco, insano, um doente
Como andei para te encontrar
Consegui achar o que procurava
Jeito meigo num olhar
Quase alheio, eu ficava
Que sorriso tão puro
Encontrei em ti sozinha
Achava-me num sussuro
És mel de abelha-rainha
Luz do sol transbordando em meu jardim
Brisa gelada cruzando o horizonte
Flor do campo, lírio e jasmim
Leve pétala que caiu do monte

"Carlos D'Almeida"


Mente o poeta que diz que não sofre...
aquela dor sofrida lá no fundo do peito
aquele ar nostálgico que deixa triste tudo a sua volta
um vazio pela ausência de não sei o quê...
Mente o poeta que diz que não sofre...
que nunca tenha passado uma noite em claro
sofrendo por um amor distante
ouvindo aquela música triste
embalado por uma taça de vinho inebriante...
Mente o poeta que diz que não sofre...
que não chora com uma despedida
que não se comove com o barulho da chuva caindo lá fora...
e com a tristeza da alma aqui dentro.
Ninguém é poeta sem sangrar a alma
e dilacerar o peito...
Ninguém...

*******************marimaura******************

Nenhum comentário: