OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




sábado, 18 de outubro de 2008

Amor ou Obsessão???...


“Só por hoje eu sou a pessoa mais importante da minha vida”
Alguns sentimentos e atitudes, quando vêm à tona com freqüência e com muita intensidade, revelam que o amor pode estar se transformando em uma obsessão।

Nos jornais e noticiários não se fala em outra coisa a não ser o seqüestro de um garota… Ela foi sequëstrada pelo ex-namorado, e que não estavam juntos a um mês…juntamente com ela a amiga। Mas o que será que deve ter causado a ação deste Rapaz? Será Amor? Não, não … existem loucuras no amor mas acho que não chega a causar isso, talvez já tenha virado uma obsessão… Pena que este rapaz não tenha consciência do que ele faz, pois se tivesse, estaria tentando reconquistá-la demonstrando seu amor... ou tentando esquece-la, percebendo que o amor acabou ou nem mesmo nasceu...Mais um romance passional.... que pena que terminou de uma forma tão trágica, que DEUS ilumine a todos os envolvidos na tragédia......isso não é amor..........

1 Sentir-se completamente responsável por outrapessoa, pelos seus sentimentos, pensamentos, necessidades, ações, escolhas, vontades, bem-estar e destino.
2 Sentir ansiedade, pena e culpa quando as pessoas amadas têm problemas.
3 Sempre querer agradar aos outros em vez de agradar a si mesma.
4 Buscar desesperadamente amor e aprovação.
5 Tolerar abusos e nãoexpressar suas emoções para não perder o amorde outras pessoas.
6 Ignorar seus problemas, desejos e necessidades ou fingir que as circunstâncias não são tão ruins.
7 Acreditar que alguém não pode viver sem você.
8 Tentar controlar eventos, situações e pessoas por meio da culpa, coação, ameaça, manipulação e conselhos, assegurando que as coisas aconteçam como você quer.
9 Sentir que precisa fazer muitas coisas para ser aceito e amado pelos outros.
1 0 Dizer sim quando quer dizer não।

Várias vezes pensei nesse assunto e diria até que é um dos temas que mais move a filosofia.O amor é um sentimento de doar-se ao outro, mas sempre respeitando os limites de tudo. O amor é aquele sentimento onde tu és de certa forma desapegado à pessoa. Tu a amas quando simplesmente se importa com ela, e quer estar do lado dela, mas sabe que se não der, também não se importa, porque o principal do amor é ver a pessoa amada feliz, ainda que seja com outro. Sei que é meio utópico dizer isso, mas a realidade é que ninguém ama de verdade... Porque o que chamamos de "amor" é um sentimento egocêntrico, apenas "tu" importas, apenas o TEU sentimento, e a tua fantasia de que aquela pessoa é a tua princesa encantada ou o príncipe azul. Eu diria que a nossa concepção de amor é muito distorcida. O verdadeiro amor visa à felicidade da outra pessoa. Deveríamos estar felizes porque quem amamos está feliz.Mas infelizmente não é assim que ocorre... Muita gente confunde amor com obsessão. Aí que vem a obsessão... Quando não conseguimos ser sozinhos ou individuais, quando precisamos sempre do outro pra vivermos nossas vidas. E isso é muito ruim! Imagina... Tu estares sempre na sombra da outra pessoa pra tudo... Não conseguir ser 1, precisando sempre ser 2 para ser completo. Sou a favor da independência. Quanto maior a independência da pessoa com relação ao seu amor, maior será o seu amor.Quando queremos aquela pessoa só para nós, não importando as consequências ou a infelicidade dessa (voltando ao assunto "ego"), isso torna-se uma obsessão, que no final não fará nem bem pra gente mesmo... Enfim... Uma questão na qual eu falaria aqui por horas e mais horas... Diria que o amor remete à independência de ficar feliz com a felicidade do outro. A obsessão remete à nossa dependência de só conseguir ser felizes quando temos tudo só pra gente, o que pode ser chamado de egoísmo.

Obsessão é quando você só pensa naquilo e em mais nada।Obsessão é quando você fica grudada no assunto, ou na pessoa, e a vampiriza.Obsessão é doença.Amor é compreensão, harmonia.,paz,serenidade.E é, principalmente, LIBERDADE!


O amor é vidaA obsessão é morteO amor é liberdadeA obsessão é prisãoO amor é curaA obsessão é doençaAmor é felicidadeA obsessão é a infelicidadeAmor é querer bem ao outro sem oprimí-loA obsessão é opressãoAmor é pensar no outro com saudadeA obsessão é pensar em sí próprio em nome do outroAmor é querer tá com o outro, sem afastá-lo dos demaisA obsessão é querer a pessoa só p/ si.Amor fortalece,enobrece, da cores a vida.A obsessão enfraquece, empobrece e ofusca a vida do amado. Enfim, o amor é tudo...E a obsessão é nada, nada além de nada.!!!Se precisar procure ajudaFreqüente grupos de apoio, que garantem anonimato e têm atendimento gratuito, é um dos caminhos mais eficazes para quem quer transformar seus padrões de relacionamento. Nesse trabalho, as pessoas compartilham suas experiências e apoiam-se mutuamente

Nenhum comentário: