OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

CRIANÇA SEM LAR, SEM AMOR.... TORNA-SE CRIANÇA DE RUA



Famílias desestruturadas, criança rejeitada pelo padrastro ou pela madrasta num lar desestruturado, esta causa é muito freqüente. Esse fenômeno não atinge somente as famílias miseráveis,famílias desestruturadas das quais o pai e a mãe desapareceram,
criança recusada pelo pai que não a reconhece, criança órfã de pai e mãe.
A criança é, muitas vezes, acolhida por uma avó. Mas após a morte desta, ela se encontra sozinha.
Mas existem aquelas que não têm mais família, esse caso acontece mais do que se pensa. Uma criança muito inteligente que vive numa família miserável e débil é tentada, um dia, a mudar a sua sorte.
Criança necessitada de reconciliação com a família após um drama familiar, criança maltratada,criança punida demais por pais, entretanto, bem intencionados, criança expulsa após uma asneira,criança estuprada ou vítima de incesto.
Muitos filhos de mães que levam vida fácil, porém bem criados, fogem de casa quando descobrem as atividades de sua mãe. É um drama que tem conseqüências psicológicas consideráveis.
Criança saída de uma família de drogados. Quando os pais são drogados, a vida é insuportável para a criança que busca rapidamente sua independência. Infelizmente, a droga não será um mistério para ela e corre o risco de tornar-se uma toxicômana muito jovem. E será muito difícil desintoxicá-la. Criança de mendigos os mendigos têm crianças que também viverão na mendicância. Essa perspectiva de futuro é mal aceita por algumas crianças que preferem a fuga.
Criança que tem o pai e/ou a mãe na prisão, acontece, muitas vezes, que adultos são presos sem que ninguém se preocupe com a vida dos seus filhos que ficam completamente abandonados. O mundo das crianças de rua é, muitas vezes, o único que acolhe esses pequenos.
Criança em perigo moral rejeitada pela família por causa da delinqüência.
A criança é de uma maneira ou de outra a vergonha pública da família. Seu afastamento durante alguns anos pode ser a solução. Todavia, o encarceramento, a prisão, sobretudo com adultos, é SEMPRE catastrófica.
É um caso de consciência. Quando a prostituição de uma criança se torna pública, é sempre catastrófico para ela. Por outro lado, é necessário denunciar e julgar os autores do delito.
Em alguns países do Terceiro Mundo, a mendicidade é uma profissão, e acompanhante de cego também. Essas crianças fogem para ficar com o dinheiro que ganharam.
Outras foram colocadas na mendicidade pela família que se propôs à acolhê-las e que guarda a totalidade do dinheiro que a criança ganha. É, algumas vezes, uma forma moderna de escravidão ou de proxenetismo.
Diante desse tratamento, acontece que a criança foge. Mas como ela não sabe de onde vem, nem onde está a sua família, ela erra pela Africa. O número de crianças de rua proveniente de uma escola alcoranista é considerável. Nesses períodos de seca e de fome, muitas crianças, ao descobrirem que, com elas, tem gente demais para comer, pulam num caminhão para partir à qualquer lugar.
Em seguida, essas crianças, mesmo pequeninas, circulam geralmente por toda a Africa ; algumas já conhecem mais de dez países,criança que conhece a miséria extrema nas periferias.
A extrema miséria das periferias das capitais tem como conseqüência a desnutrição, ou melhor, a fome, e leva as crianças a se libertarem de suas famílias. Essas crianças serão mais sedentárias que os rurais, porém, mais inclinadas à delinqüência.
Criança que trabalha.
Mesmo se ela trabalha livremente, a criança que habita muito longe de casa, volta cada vez mais raramente e não sente mais a necessidade de retornar.
A criança que trabalha forçada é, muitas vezes, maltratada. Ela recusa os tratamentos desumanos e humilhantes que sofre e, geralmente, acaba por fugir do patrão.
Criança na rua há muitos anos para viver com seus colegas que a tornam mais feliz do que a família.
É o que se diz quando não se sabe por que a criança não gosta de sua casa. Não se deve ignorar que algumas crianças se deixam influenciar.
Desejo de independência.

******************marimaura****************

Nenhum comentário: