OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




quarta-feira, 19 de maio de 2010

Metade


Metade

Que a força do medo que tenho, não me impeça de ver o que anseio.
Que a morte de tudo que acredito, não me tape os ouvidos e a boca.
Porque metade de mim é o que eu grito, mas a outra metade é silêncio.
Que a música que eu ouço ao longe seja linda, ainda que triste.
Que o homem que eu amo seja sempre amado, mesmo que distante.
Porque metade de mim é partida e a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo não sejam ouvidas como prece,

nem repetidas com fervor; apenas respeitadas como a única coisa

que resta a uma mulher inundada de sentimentos.
Porque metade de mim é o que eu ouço,
mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora

se transforme na calma e na paz que eu mereço.
Que essa tensão que me corroe por dentro

seja um dia recompensada.
Porque metade de mim é o que eu penso

e a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste.
Que o convívio comigo mesmo se torne, ao menos, suportável.
Que o espelho reflita, em meu rosto,

o doce sorriso que eu me lembro de ter dado na infância.
Porque metade de mim é a lembrança do que fui,

a outra metade eu não sei...

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria

para me fazer aquietar o espírito.
E que o teu silêncio me fale cada vez mais.
Porque metade de mim é abrigo, mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta,

mesmo que ela não saiba; e que ninguém a tente complicar,

porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer.
Porque metade de mim é a platéia

e a outra metade, a canção.

E que minha loucura seja perdoada

porque metade de mim é amor

e a outra metade... também.

(Oswaldo Monternegro)

Nesse momento faço dele as minhas palavras, é assim que eu me sinto........
fazer o que não é?....Somos humanos....

Uma pessoa feliz não é uma pessoa num determinado conjunto de circunstâncias, mas sim uma pessoa com um determinado conjunto de atitudes. (Hugh Downs)


******************marimaura*******************

Nenhum comentário: