OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




domingo, 3 de outubro de 2010

Depende de você!


A Incerteza do Talvez

Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase.
É o quase q me incomoda, q me entristece, q me mata trazendo tudo que poderia ter sido e ñ foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou ñ amou. Sobra covardia e falta coragem até para ser feliz. A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio q cada um traz dentro de si.
Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Não deixe q a saudade sufoque, q a rotina acomode, q o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em vc. Gaste mais horas realizando q sonhando, fazendo q planejando, vivendo q esperando pq, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu - Veríssimo

Cuidado ao falar de uma pessoa. Um homem há muito tempo tanto falou que seu vizinho era ladrão que o rapaz terminou preso para averiguação. Dias depois, descobriram que ele era inocente. O rapaz foi solto e processou o homem que falara mal a seu respeito.
- No tribunal o acusado disse ao Juiz: comentários não causam tanto mal, excelência.
- o Juiz então ordenou: escreva os comentários num papel, depois pique em pequenos pedaços e jogue-os no caminho de casa. Amanhã volte para ouvir a sentença. O acusado obedeceu e voltou no dia seguinte.
- Antes da sentença terá que recolher todos os pedaços de papel que espalhou ontem - disse o Juiz.
- Impossível. O vento deve tê-los espalhado; já não sei onde estão - retrucou o acusado.
- O Juiz sentencia: da mesma maneira, um simples comentário pode destruir a honra de um homem, a ponto de não podermos consertar o mal. Se não tem o que falar de bom de uma pessoa, é melhor ficar em silêncio.
Sejamos donos da nossa boca, para não sermos escravos de nossas palavras.

Abandono: uma jangada que sai sem você dentro dela.
Adriana Falcão

Márcia Costa/ adaptação Marimaura

Nenhum comentário: