OLÁ....SEJAM BEM VINDOS!!!!!...

Queridos professores, alunos, amigos, visitantes e parceiros profissionais..

Este Blog é composto de vários tipos de textos, dentre eles: Textos Pessoais, científicos, religiosos e textos históricos.

MATÉRIAS COMENTADAS: Psicopedagogia, filosofia, teologia, sociologia, educação, cultura, lazer, diversão, pensamentos, reflexões, dicas de beleza, receitas.......e meus monólogos.......

UMA VISÃO CRÍTICA DA REALIDADE...

Este Blog espera ser um espaço de liberdade de expressão para todos os admiradores e que acompanham o desenvolvimento da educação no Brasil. Aqui discutiremos, constantemente como os povos e sociedades ao longo de toda a história da humanidade, lutam em busca de melhorias na educação, enfim, ambiente de conversas sobre usos dos novos meios de informação e comunicação em educação.
Espero ansiosa suas colaborações e acima de tudo sua criticidade objetiva.
Ressaltando que, alguns textos e imagens aqui postados não são de minha autoria, se são seus, ou se você conhece autoria, entre em contato que ficarei feliz em dar os devidos créditos.
A leitura e a reescrita das temáticas sugeridas neste blog, serão para todos nós instrumentos de avaliação, onde educador e educando se relacionarão, e aperfeiçoarão seus conhecimentos e experiências cognitivas.

Entre e fique a vontade.
Boa navegação e pesquisa.

Psicopedagoga : Maria Maura

Contato:
marimaura@hotmail.com
marimaura@gmail.com




domingo, 8 de novembro de 2009

Letramento, alfabetização, leitura e escrita




Letramento, Alfabetização, Leitura e Escrita entre crianças

Resumo escrito por:PabloSantos
O presente texto se destina a todos os educadores e às demais pessoas que lidam com a aprendizagem das competêncis lingüísticas de crianças. Este resumo consiste em uma breve análise da teoria de Magda Soares acerca dos conceitos de alfabetização e letramento quando aplicados à educação de alunos na primeira infância. ntes de iniciaro texto propriamente dito, cabe informar que euo dedico a meus alunos de uma Universidade Brasileira, os quais ainda vão se tornar famosos pelos seus resumos.
Até os anos de 1950, o conceito de alfabetização dizia respeito à capacidade do sujeito de ler, escrever e realizar as quatro operações. A partir dos anos de 1970, com os estudos realizados pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação ea Cultura) nas regiões rurais e periféricas dos países mais pobres (como o Brasil, por exemplo), os técnicos deste órgão começaram a perceber que tal conceito não davaconta de explicar a situação de algumas pessoas. Tais pessoas conheciam parcialmente letras, números e palavras (quando não desconheciam totalmente os mecanismos de leitura e escrita) mas mesmo assim conseguiam encontrar mecanismos que supriam tais deficiências e lhes permitiam realizar tarefas (algumas bastante complexas) que exigiriam estas competências. A pergunta que ficava no ar era a seguinte: como conseguiam fazer isto?
Com o objetivo de tentar responder a esta questõ, alguns educadores recorreram ao conceito de leitura de mundo, cunhado por Paulo Freire em 1959 e com isso desenvolveram uma noção alternativa à de alfabetização, e que permitia explicar o fenômeno indicado acima. Tal conceito chamava-se "letramento" (literacy em inglês), e dizia respeito ao quanto o indivíduo sabia utilizar-se das práticas sociais presentes na forma do código lingüístico.O processo de letramento para estes teóricos se daria de modo contínuo e progressivo, somente terminando com o fim da vida do sujeito.Com isto, foi dada uma verdadeira reviravolta no âmbito das teorias de aprendizado da leitura e da escrita. Esta teoria influenciou toda uma geração de educadores que vieram a propor que, mais importante do que o conhecimento do código da língua estáa capacidade de entender o significado das coisas do mundo social e cultural (a famosa leitura de mundo preconizada por Paulo Freire). Com isto, fo iestabelecida uma separação (e uma tentativa de hierarquização) entre os dois processos, o de alfabetização e o de "letramento". Neste sentido, cabe afirmar que, na atualidade tais teorias e conceitos tem sido revistos e caminhamos para uma associação entre os pressupostos das teorias de alfabetização e de memorização do código lingüístico com as teorias que propõe o letramento como forma de levar ao aprendizado da língua. Na atualidade ensaia-se uma perspectiva na qual quando falamos da Educação Infantil temos em conta que o profesor conduz a criança ao processo de letramento através das atividades de leitura e escrita presentes na alfabetização, e que, quando alfabetizamos adultos partimos da experiência de vida e do letramento que o indivíduo possui em direção ao domínio do código da língua.
Espero sinceramente que todos tenham gostado deste texto, o qual poderá ser útil especialmente aos estudantes e professores da Área de Educação.
Letramento, Alfabetização, Leitura e Escrita entre crianças Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/humanities/489507-letramento-alfabetiza%C3%A7%C3%A3o-leitura-escrita-entre/


************marimaura************

Nenhum comentário: